Sugestões para pais em famílias com alcoólatras

    Apesar de que seria o ideal se o pai ou mãe alcoólatra parasse de beber, eles não precisam fazê-lo para que o companheiro (a) não alcoólatra ajude seus filhos.  A sobriedade pode não acontecer até que os filhos cresçam. Apesar de que muito do que os pais podem fazer para ajudar seus filhos dependa da situação da família, existem algumas coisas que todos os pais podem fazer. Essas sugestões são oferecidas para mães e pais, mesmo que apenas um deles seja alcoólatra.

    Evite pressionar seu filho a tomar partido nas brigas e conflitos que você tenha com seu companheiro (a). Isso causa mais problemas para eles. A infância deles não deve ser envolvida em seus conflitos. Devolva a eles seu direito a infância.

     Evite usar as opiniões de seus filhos Não os envolva em suas discussões usando suas opiniões para atingir o alcoólatra. Usar seus filhos contra seu companheiro (a) pode causar o receio em seus filhos em partilhar sentimentos com você no futuro. Também leva seus filhos a uma posição desconfortável; Eles amam vocês dois. Use sua própria opinião.

    Quando a situação em casa fica muito conturbada ou acontece uma discussão verbalmente abusiva fazendo com que seus filhos se isolem, procure eles para ajudá-los. Durante episódios de bebedeira em família muitas crianças se escondem. Eles fazem isso porque estão bravos, com medo e sentindo-se sozinhos. Encontre eles, fale com eles e dê o conforto que eles necessitam. Tente evitar que seus filhos durmam quando estiverem sentindo os sentimentos acima descritos. Se isso acontecer, converse com eles na primeira oportunidade que tiverem.

     Evite colocar crianças mais velhas na posição de confidente ou pai/mãe substituto com o objetivo de substituir seu companheiro (a). Qual tipo de infância uma criança pode ter se você falar com eles como se fossem um “companheiro (a) substituto”? Que tipo de infância uma criança pode ter se ela tiver que cuidar de outras crianças na família durante muito tempo? Não importa o quão “madura” essas crianças mais velhas possam ser, a verdade é que eles não são pais nem mães e não são substitutos para um pai ou mãe que bebe. Devolva a eles seu direito a infância.

     Encorage e ajude seus filhos a se envolverem em atividades na escola e na comunidade. Seus filhos precisam de válvulas de escape e possibilidades de desenvolvimento de relacionamentos com pessoas saudáveis em atividades fora de casa. Atividades externas podem ajudá-los a fazerem muitas coisas sozinhos, auxiliar no desenvolvimento de sua independência e aumentar seu senso de valor e merecimento.  

     Tente arrumar algumas oportunidades para que seus filhos tragam seus amigos em casa. Esse é o lar deles, ajudem eles a sentirem-se em casa. Alguns alcoólatras tem um modo de beber que permite algumas oportunidades para que haja uma convivência familiar normal. Entretanto, se o seu filho traz amigos em casa e seu companheiro (a) alcoólatra está bebendo, não constranja seu filho ou seus amigos ao confrontar o dependente quando eles ainda estão presentes.

     Adquira conhecimentos sobre o alcoolismo e sobre os recursos disponíveis na sua   comunidade. Muitas das frustrações em lares alcoólicos acontecem por causa do medo. Você pode se preparar para sobreviver em um lar alcoólico com conhecimento e informação.

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply

Powered by WordPress | Designed by: video game | Thanks to seo, seo services and Etiketten drucken
Translate »